Pirapora – A cidade dos Romeiros

Pedreira
18 de fevereiro de 2016
Conservatória. Serestas e Serenatas, você sabe a diferença?
19 de fevereiro de 2016

Pirapora – A cidade dos Romeiros

Pirapora

Semana santa é a época ideal para vivenciar, curtir as expressões de Fé de nossa gente.

            Pirapora do Bom Jesus se intitula a capital dos romeiros. Estivemos lá na sexta feira Santa constatamos e presenciamos demonstrações de devoção que até certo ponto podem ser chamadas de heroicas.

Depositadas nas escadarias da igreja e por sobre vários lugares da praça estão enormes cruzes que testemunham a determinação de seus construtores.

São cruzes com 12 metros de comprimento (em média) trazidas por penitentes. É mais do que normal você ler na cruz a cidade de origem algumas bastante distantes, e a data de partida. Outra constante inscrição é o número de vezes que a penitência já foi cumprida.

Falar em penitente parece ser coisa da idade média. Os penitentes atuais não vestem batinas ou tem os pés descalços e semi destruídos. Usam jeans, calçam tênis ou botas de vaqueiro.

……..Essa visita a Pirapora do Bom Jesus foi realizada durante a Semana Santa em 2016…..

romeiros pirapora

Anotei a procedência de algumas cruzes. Vejam a distância percorrida.  

Campinas      88 km

São Vicente  128 km

Piracicaba     131 km

Andradina     589 km

cruzes romeiros

Quando deixei a cidade segui pela Estrada dos Romeiros no trecho Pirapora /Barueri. Cruzamos com muita gente, vários grupos fazendo o caminho a pé. Realmente o hábito da penitência em romaria é bem arraigado por aqui.

Romaria dos Cavaleiros

Várias cidades da região promovem romarias em forma de cavalgadas para Pirapora. Uma bem tradicional parte de Santo Amaro em São Paulo e está prestes a completar 100 anos de tradição.

Essa é uma experiência que quero vivenciar. Se algum cavaleiro de São Roque puder nos emprestar os cavalos Gaia e eu teremos o máximo prazer de percorrer esses 30 km com devoção.

estandartes e anúncios romeiros

Aonde ir, o que conhecer?

Infelizmente a cidade poderia se preocupar e aproveitar melhor esse potencial. Quem recebe 200.000 romeiros por ano poderia potencializar isso e oferecer muito melhores condições.

museu do seminário pirapora

Esse não é o passeio com locais pontuados para se conhecer. A atmosfera que exala da devoção é mais importante.

Por exemplo, o museu do seminário (até tenho boas referências) poderia ficar aberto durante toda a semana e não somente aos domingos. Coloca segurança, monta uma estrutura, cobra ingresso, mas ofereça uma atração.

A cidade dos Meninos Santeiros

Esse é um excelente projeto, mas que infelizmente também está capenga.

Ótima ideia aproveitar a vocação religiosa da cidade e criar uma oficina de aprendizado de artes plásticas, esculturas.

Insisto o empreendimento tem que ficar acessível aberto ao público o tempo todo.

Tenho bom olho para mesmo vendo através dos vidros que os trabalhos são de qualidade.

meninos santeiros

O escultor Murilo Sá Toledo é ou era o orientador artístico. Temos um bonito trabalho seu na praça onde está a oficina.

Essa oficina está instalada num local ótimo, um parque de frente para o rio Tietê que é protagonista na história de Pirapora.

Com o mínimo de criatividade seria possível fazer dessa estrutura que já está basicamente pronta um tremendo ponto turístico.

A prefeitura merece um potente puxão de orelhas por além de ser míope deixar esse recinto tão mal conservado.

As peças dos meninos deveriam estar a venda. Não interessa em qual estágio de aprendizado, toda a produção deveria estar a venda.

Romaria – Renato Teixeira

Sou caipira. Pirapora.
Nossa Senhora de Aparecida
Ilumina a minha escura e funda,
o trem da minha vida.

Claro, todos conhecem e gostam dessa música. Sensacional é ver o criativo trabalho de retratar em placas de bronze a reprodução, sem palavras de toda a música.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *