A Vaca, o Carrapato e a lógica da Insensatez e da Inconsequência.

//A Vaca, o Carrapato e a lógica da Insensatez e da Inconsequência.

A Vaca, o Carrapato e a lógica da Insensatez e da Inconsequência.

A vaca, todos conhecem e respeitam. O carrapato, todos já ouviram falar e infelizmente muitos já tiveram problemas com ele. A política também todos conhecem e político corrupto todos concordam, é muito pior do que carrapato.

Seu Faustino Machini, já falei dele por aqui, meu avô nascido na Itália que passou a vida no interiorzão do estado de São Paulo, quando ficava bravo e discordava do jeito que alguém estaria fazendo alguma coisa, repetia.

– Tá maluco? Se qué matá a vaca pra acabá com o carrapato?

Talvez tenha sido ai que aprendi a gostar do Nonsense e consolidar o conceito que nenhuma forma de expressão é tão contundente quanto o humor.

Qualquer pessoa com mais de dois neurônios quer acabar com a corrupção, se livrar da velha politicagem brasileira, estabelecer um sistema de governo que funcione.

Nossa “elite”, burra egoísta, mesquinha, retrógrada, ultrapassada, se empenhou em fabricar (e gastou muito dinheiro nisso) um dragão quixotesco para satanizar um projeto político desenvolvimentista e inclusivo. Pra derrubar fraudulentamente um governo legitimo. Sabotou tanto o país que agora não consegue reergue-lo.

O grande filósofo Coronel Ramiro (de Ilhéus) dizia nas palavras de Jorge Amado. – O problema da Direita é que quando ela erra, ela tem que continuar errando…

É nojento ver empresários (bem sucedidos, porém medíocres) se aplicando em doutrinar, ou subjugar dependentes na adoração não do bezerro, mas do bode dourado ungido como salvador da pátria.

Carrapato é praga, mas faz parte do nosso meio ambiente. Corrupto e corruptor são seres terráqueos, não vieram de Marte, fazem parte da nossa sociedade. Ensinam os cientistas: Praga não se extermina, se combate.

Insisto que melhorar a sociedade, moralizar a política não se realiza por decreto, precisamos de um processo gradual. Defendo que a premissa básica do êxito está no continuísmo. Se permitirmos somente uma única reeleição para qualquer cargo eletivo, impediremos a construção de feudos, de capitanias hereditárias. A simplicidade dessa medida reduzirá drasticamente os descaminhos. Reflitam sobre isso.   

A Natureza que me perdoe, mas a figura do bode associado ao cheiro de enxofre sempre, na mística significaram a presença do “coisa ruim”.

Gente, combater carrapato é F… Dá um trabalho descomunal. O bicho se multiplica numa velocidade absurda. Se esconde em qualquer fresta. Crava as garras na pele dos animais e na nossa também, sugando nosso sangue e nos expondo a doenças. Tudo, tudo igualzinho ao político corrupto.

Mas Seu Faustino tem muita razão, não se pode matar a vaca pra acabar com o carrapato. Se os farmacêuticos e os médicos advertem que exagerar no remédio pode matar o doente, matar a vaca é o absurdo dos absurdos.

Apoiar a violência, endeusar o mau-caratismo, perdoar a mediocridade, aceitar o despreparo, se omitir aos defeitos, isso não é sensato.

Desprezo quem pensa em matar a vaca. Tenho nojo de quem apóia o “bode”.

Peço que você leia alguns outros artigos nossos sobre o atual momento brasileiro. Os textos serão sempre assim bem humorados, baseados na cultura Non Sense, mas sem perder a profundidade necessária. Leia Realidade, Cadê o meu chaveiro e As virgens e a Política.

____________________________________________

Vale muito a pena você conhecer as                                                         reais condições dessa senhora.

Leiam…. https://coisasdegentegrande.com.br/realidade-das-instituicoes-brasileiras/

2018-12-09T16:21:01+00:00

Sobre o Autor:

Deixe um Comentário