Salvador, outra ótica, outros passeios
14 de junho de 2016
Rio Vermelho… melhor à noite.
4 de julho de 2016

Tapiraí

Bromélia 3   Título Cachoeira 2

         Como já dissemos nossa proposta não é competir com um guia de turismo ou um site de viagens. Nossa proposta é reportar as sensações, as impressões.

         Tapiraí, cidade do sul do estado de São Paulo foi nosso destino por um dos últimos domingos. Tapiraí é interessante para quem gosta e quer vivenciar a natureza. 80% da área do município é tombada como APA, área de Proteção Ambiental. Esse é o encanto do lugar, uma minúscula cidade encravada na Mata Atlântica.

         A topografia facilita a atuação da natureza que resolveu colocar no território de Tapiraí uma dúzia de belas cachoeiras.

                  Cachoeira 1                       Bromélia 2

         Cada estradinha, cada caminho que você percorrer no município sempre terá por cenário uma vegetação exuberante. A variedade de espécies é enorme e a quantidade de Bromélias é impressionante.

         Adoramos curtir a natureza e somos fãs de bromélias. Afirmo, não conheço outro local onde se possa ver tanta riqueza tanto em variedade quanto em quantidade.

         Outra coisa que impressiona é a quantidade de pássaros que você encontra com facilidade.

         Tapiraí enfrenta um problema sério. Na verdade acho que isso afeta qualquer região protegida. Os mateiros, os palmiteiros, são reprimidos mas incomodam e provocam prejuízos irreparáveis. É simples. Se uma Jussara (palmeira que fornece palmito) for abatida, o dano será irreparável. Não haverá reposição e para uma outra planta se tornar adulta demorará muito.

                    Cachoeira 3     Bromélia 1

         Os mateiros recolhem principalmente orquídeas, pequenos animais e pássaros. Presenciamos uma blitz policial reprimindo essas práticas.

         Os caminhos que conduzem a pousadas, cachoeiras, são bem tranqüilos, não é preciso usar um 4 X 4 para passear pelo município.

         Fica como sugestão uma visita a Cachoeira do Chá. É a atração mais afamada, é linda, fica somente a 15 Km do centro da cidade. Curtindo a natureza exuberante da região esse percurso não é percorrido em menos de uma hora.

… Reparem na próxima foto como as bromélias da região se apossaram até dos postes da rede elétrica.

Bromélia Poste

         Não frequentei, mas ouvi maravilhas da Trilha dos Tucanos, nome de uma propriedade particular onde os proprietários construíram alguns chalés, um refeitório e prepararam na mata três excelentes trilhas principalmente para apreciadores de pássaros.

         E como não poderia ser diferente, você puxa prosa com o pessoal da região e fica sabendo de algumas coisas da terra. Vejam.

         Tapiraí, é minúscula, tem população com crescimento estabilizado e não apresenta condições de desenvolvimento industrial e comercial. Gengibre é sua maior fonte de renda. Julho é o mês festivo. A Festa do Gengibre é comemorada em grande estilo e são trazidos grandes shows para a cidade.

         Tapiraí foi emancipada do município de Piedade através de um plebiscito em 1958. Estavam inscritos 105 pessoas para votação. O resultado oficial dos 94 eleitores que compareceram foi: 93 votos a favor e 1 voto contra a emancipação.

         O nome Tapiraí é explicado por muitos como sendo o Rio das Andorinhas traduzido do Tupi-guarani. Outros traduzem a expressão como Rio das Antas. A anta consta inclusive no brasão da cidade.

         Na SP-79, estrada que liga a região até Juquiá e de lá até o litoral, tem um ponto turístico, +- 15Km a frente de Tapiraí, Cabeça da Anta. Trata-se de uma fonte, uma nascente. Essa nascente recebeu em 1934 (temos lá uma placa comemorativa em bronze) um tratamento especial do governo do estado que edificou uma defensa, um vertedouro e uma bica.

         A rodovia corta o município e no centro urbano você curte outra curiosidade de Tapiraí, colocar seu próprio nome no seu comercio. Imediatamente você encontra os empreendimentos do Bigode. São unidades independentes, o Bar do Bigode, a Lanchonete do Bigode e a Padaria do Bigode.

         Sei muito bem que colocar nome próprio nos estabelecimentos comerciais é coisa comum, mas tantos e são agrupados (num único pequeno trecho de uma avenida). Vejam:

Lanches Jandira

Drogaria Cíntia

Loja do Jaime

Ferreira Veículos

Imóveis Figueiredo

Carmen Salgados

Ferreira Veloso Imóveis

Bazar Tatiane

Sônia Cosméticos

Luiz Cabeleireiro

Espetinho do Mineirinho

Mariana Modas

Raimundo Despachante

Advocacia Figueiredo

Casa de Ferragens Pereira Lopes

Salão de Beleza da Lu.

… e a inesquecível Floricultura da Karina.

Inesquecível pela forma elogiável que essa jovem atua no seu negócio. Tapiraí tem uma vegetação exuberante, suas matas são sub tropicais, estamos na Serra do Mar, Mata Atlântica. Um ambiente perfeito (também) para orquídeas. Karina conhece as plantas pelo nome científico e popular. Também tem o cuidado de mostrar em livros a floração das espécies.

        Reclamo muito que os atendentes no comercio sabem muito pouco sobre o que estão comercializando. Treinamento é cronicamente um problema do nosso comercio.          Karina é gentil, sorridente, informada… e sabe muito sobre o que está comercializando.                                                                                               Karina, lembre com carinho do sorriso que todos trocamos.  

1 Comment

  1. Olá caros amigos!
    Eu adorei a matéria, e li com um sorriso no rosto! É muito bom ver tratarem com carinho e admiração a cidade em que eu nasci e que tanto amo.
    Me surpreendi com a observação que fizeram pois nunca havia reparado que o nome próprio nos estabelecimentos é uma característica tão marcada e reparando agora lembro que essa curiosidade se estende nos bairros adentro…
    Muito obrigada pelos elogios, me senti lisonjeada! Realmente eu me dedico ao que faço, e isso é porque amo trabalhar, amo orquídeas e amo me aperfeiçoar (ainda que esteja infinitamente aquém do que tenho por aprender). E fico muito feliz por receber clientes como vocês que proporcionam conversas agradáveis!

    Esperamos vocês em uma próxima visita!

    Tenham uma ótima jornada, e que possam espalhar alegria por muitas estâncias!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *